quarta-feira, 16 de novembro de 2016

Silêncio


Um dia a gente aprende a respeitar o silêncio – a permitir que ele fale por si só, sem preenchê-lo com palavras vazias e superinterpretações. Um dia a gente aprende a respeitar o silêncio – nosso, alheio, geral; a entendê-lo naturalmente, até amenizar o vão aberto. Um dia a gente aprende a respeitar o silêncio – e deixá-lo pairar no ar, leve, absoluto, sem desespero. Um dia a gente aprende a respeitar o silêncio. Um dia a gente aprende a respeitar. Um dia a gente aprende. Um dia. Um...

Nenhum comentário:

Postar um comentário