domingo, 23 de fevereiro de 2014

Ninguém arruma um namorado ficando em casa comendo pipoca

Mentira. A vida é imprevisível. O amor é imprevisível. Exemplo ilustrativo.

Era uma vez duas amigas. Vamos chamá-las de A e B. Era um sábado à noite. A foi a uma festa. B também foi convidada, mas não estava a fim. Ficou em casa. Comendo pipoca. E vendo TV. A odiou a festa. Não conhecia quase ninguém. Pagou mico. Voltou para casa bêbada e frustrada. Enquanto isso, a campainha tocou na casa de B. Era seu novo vizinho. Veio se apresentar (ou por outro motivo qualquer, não importa). Foi amor à primeira vista. Começaram a conversar. Começaram a sair. Namoraram. Etc.

Moral da história: o amor pode morar ao seu lado. E você pode encontrá-lo. Ficando em casa. Comendo pipoca. Basta estar vivo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário